Início » Artigos » Aneurisma Cerebral » Aneurisma Cerebral: o que é?
o que é aneurisma cerebral?

Aneurisma Cerebral: o que é?

Aneurisma cerebral é uma doença relativamente comum na população geral. É muito provável que você conheça alguém que tem ou teve um aneurisma, mesmo que você não saiba. Talvez nem a própria pessoa saiba! Isso porque o aneurisma é uma doença silenciosa na maior parte dos casos e não causa maiores problemas até crescer demais e/ou romper e causar sangramentos cerebrais graves. Nesse artigo, explico o básico sobre os aneurismas e por que devem ser investigados e tratados. Nos links ao final do artigo, você poderá ler informações sobre dúvidas específicas.

aneurisma cerebral

O que é aneurisma?

Aneurisma é uma dilatação anormal na parede de uma artéria, que pode estar localizado em qualquer parte do corpo. Seus sintomas e sua gravidade dependem muito da sua localização.

A forma mais comum de aneurisma é o sacular, que é muitas vezes comparado a uma bexiga que sai da parede do vaso.

Como os aneurismas surgem?

Aneurismas cerebrais são lesões adquiridas, ou seja, não nascemos com eles. Eles se desenvolvem ao longo da vida como consequência de vários fatores, como predisposição genética, hábitos de vida e algumas doenças como hipertensão.

A parede das artérias possuem células musculares divididas em várias camadas. Na formação do aneurisma, acontece afilamento da camada do meio, chamada de tunica media. Ao longo do tempo, essa camada mais fina que o normal, associada ao estresse hemodinâmico causado pelo fluxo sanguíneo na parede da artéria, leva a dilatação progressiva e formação de um aneurisma.

É comum ter aneurisma?

Aneurismas cerebrais são relativamente comuns na população geral. Quando consideramos as pessoas sem nenhuma outra doença, a prevalência (proporção de pessoas com a doença) é de cerca de 3 a 5% da população. Em grupos específicos, como de hipertensos e idosos, a prevalência pode ser ainda maior. Homens e mulheres são afetados igualmente, mas a partir dos 50 anos de idade, mulheres passam a ser mais cometidas que os homens.

É importante lembrar que na imensa maioria dos casos, os aneurismas não causam nenhum sintoma mas oferecem risco de romper e causar sangramento. Por isso é preciso avaliar caso a caso para determinar qual a melhor abordagem. Nem todo aneurisma precisa ser tratado, mas é necessário acompanhamento.

Quais os sintomas causados pelo aneurisma?

Como dito acima, a maior parte dos aneurismas surge e cresce silenciosamente sem causar qualquer sintoma. Muitos são descobertos por acaso durante investigação de algum outro problema, como dor de cabeça, por exemplo, sem relação com aneurisma.

Mas em alguns casos, dependendo da localização e do tamanho, podem comprimir estruturas que estão em volta e causar sintomas. Nessas situações, os sintomas dependem de que estrutura esta sendo comprimida. Os mais comuns são: dor de cabeça, perda visual, visão dupla, fraqueza muscular em algum membro e dor facial.

Outra forma de descobrir uma aneurisma é quando ele rompe. Nesse caso, a situação é bastante delicada. A ruptura de um aneurisma cerebral é uma emergência médica! O principal sintoma é uma dor de cabeça muito forte, muitas vezes descrita como “a maior dor da vida”. O paciente também pode apresentar sonolência excessiva, crises convulsivas, desmaio, dor na região da nuca, fraqueza de um lado do corpo, entre outros sintomas. Nesses casos, deve ser levado imediatamente para um hospital onde será avaliado pelo neurologista. Após o diagnóstico de hemorragia subaranoide, que é o nome que se dá ao sangramento por aneurisma roto, deve-se programar o tratamento imediato dele e das possíveis complicações da hemorragia.

Como é o diagnóstico de um aneurisma cerebral?

Acidente Vascular Cerebral – Sintomas, causas, prevenção e tratamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima